Uma força da natureza no combate à dor
country_selection
Elas
Hamburger Icon

Dor nas articulações: causas e tratamento | Elás®

Dor nas articulações

Geralmente, as dores nas articulações afetam as articulações do joelho e da anca. No entanto, também podem ocorrer nas articulações do ombro, cotovelo, dedos do pé e da mão.

Causas

A perceção da dor é absolutamente essencial para a sobrevivência do nosso organismo – este avisa-nos sobre as origens de ferimentos ou de inflamações e alerta-nos para reduzirmos a carga, se nos esforçarmos demasiado. Na maioria dos casos de dores nas articulações, por exemplo, na articulação do joelho, a dor deve-se a uma inflamação da camada cartilaginosa. Transportar pesos excessivos ou levantar objetos apenas de um dos lados, assim como uma postura incorreta, conduz a roturas e fendas na zona da cartilagem da articulação que, por sua vez, se podem tornar centros de inflamação.

Tratamento

Tenha em mente que, em caso de dores intensas ou crónicas, é extremamente importante consultar o seu médico. A melhor forma de aliviar a dor na articulação na zona do joelho1 é aplicando um creme analgésico como o Elás® Creme. Se não tratar a dor, o corpo irá ativar uma "memória da dor" especial e reduzir o limiar de sensibilidade: a dor poderá tornar-se persistente (crónica). O Elás® Creme ajuda a aliviar verdadeiramente a dor – e isto permite-lhe combater a dor nas articulações a longo prazo por meio de um programa de atividade física moderado e exercícios de reforço.



1 Entre outras utilizações, o Elás® Creme é utilizado com sucesso por doentes com dor e inchaço relacionados com osteoartrose do joelho.


PRT-KYT-1706-0125

Visualizar o anúncio televisivo

Elás, 350 mg/g, creme

Symphytum officinale (consolda). Medicamento não sujeito a receita médica indicado no tratamento tópico da dor, inflamação e inchaço dos músculos e articulações após lesões desportivas e acidentes. Aplicar sobre pele intacta. Não aplicar nos olhos nem em membranas mucosas. Podem ocorrer reações alérgicas e irritação na pele. Não usar em crianças com menos de 12 anos. Na primeira utilização deve aplicar-se numa pequena área para testar a tolerância. Leia cuidadosamente o folheto informativo e rotulagem e, em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o seu médico ou farmacêutico.